Se você tem um véiculo, provavelmente já sabe que ele pode ter alguma pane a qualquer momento. Falhas em suas partes mecânicas podem acabar acontecendo, e isso é totalmente normal e aceitável. Porém, se você investir na manutenção do carro preventivamente, os riscos de falhas são bem menores.

Realizar as revisões é muito importante. No entanto, mais importante do que isso é manter cuidados com o seu veículo rotineiramente. Não todo dia, mas ao menos todo mês. Há quem cheque o alinhamento da suspensão toda semana. E não pense que isso é um exagero. A pessoa está, apenas, se precavendo de possíveis problemas.

Entenda a importância da manutenção de veículo, algumas dicas para mante-lo sempre nos ‘trinques’ por mais tempo e o porquê tudo isso ajuda na hora de vendê-lo. Confira.

A importância de se fazer a manutenção preventiva do veículo 

Fazer uma manutenção de veículo apenas quando este sofre algum tipo de dano, de certo, não é a melhor maneira de lidar com o seu automóvel. Os cuidados com o veículo vão além de consertá-lo após um acidente. É possível, inclusive, evitar esse tipo de situação.

É fato que uma das maiores causas dos acidentes de trânsito é a falta de manutenção em algum dos veículos envolvidos. Alguma parte da mecânica pode falhar ou mesmo uma peça básica da carroceria pode ceder e prejudicar o desempenho do motor. Situações como essa podem — e devem — ser evitadas.

A partir desse ponto, podemos definir o quão importante é fazer uma manutenção do veículo preventiva. Além de prevenir-se de eventuais falhas mecânicas, valoriza o veículo caso você queira vendê-lo. O comprador em potencial, ao analisar um carro bem cuidado e sem histórico de acidentes, com certeza passará a ver a compra com outros olhos, melhores no caso.

Uma manutenção de carro preventiva possui a finalidade de corrigir eventuais problemas e falhas que podem ocasionar danos maiores ao proprietário. É possível fazê-la tanto em uma concessionária quanto em uma oficina mecânica. Por mais que na sede das montadoras a manutenção possa ser mais cara, o custo-benefício acaba sendo ótimo.

Pagar um manutenção preventiva agora pode prevenir o motorista de ter de desembolsar uma grande quantia no futuro para reparar os danos de um acidente. Além do processo ser rápido e acabar protegendo o trânsito, você também estará financeiramente protegendo o seu bolso.

Quando fazer a manutenção do veículo

Não existe uma data exata para fazer a revisão. Mas é necessário ficar atento aos sinais do veículo. Caso sinta algum sinal de desgaste, é interessante parar no mecânico e fazer um “check up”. 

Além disso, leia no manual do proprietário (aquele documento que geralmente fica no porta luvas do carro) de quanto em quanto tempo o carro precisa de revisão. Se tiver dúvidas, siga o tempo recomendado pela montadora. 

Mas, no geral, recomenda-se fazer a manutenção preventiva a cada seis meses ou a cada 10 mil quilômetros rodados. Ou seja, o fator uso do carro é bem importante aqui, já que se você anda mais com ele, deverá fazer mais revisões. 

Dicas para manter o veículo como um novo

Como é possível perceber, realizar a manutenção de carro é realmente importante para manter o seu carro em um bom estado e evitar acidentes. No entanto, isso também acarreta no seu valor de revenda. Claro que um carro em bom estado será vendido por um preço melhor do que um mais desgastado.

Para conservá-lo, há alguns macetes fáceis de se fazer. Inicialmente, podem parecer até meio bobos – porém, de fato, ajudam. 

6f0e5588-manutenção-de-carro.jpg
Manutenção do veículo: por que é tão importante